Make your own free website on Tripod.com


Manoel dos Reis Machado

 

 

 

 

Mestre Bimba

Mestre Bimba, o mestre dos mestres. Nasceu em 23 de novembro de 1900, no bairro de Engenho Velho de Brotas, em Salvador, Bahia, filho de Luis Candido Machado, famoso campeão baiano de batuque, e de Maria Martinha do Bomfim. Seu apelido resultou de aposta que sua mãe e a parteira fizeram. Quando D. Maria estava grávida achava que ia dar a luz a uma menina e a parteira achava que a criança era um menino. Então fizeram uma aposta. Quando a criança nasceu ganhou o apelido de Bimba, por ser o nome popular dado ao órgão sexual masculino na Bahia.

Sua iniciação na capoeira se deu na Estrada das Boiadas, hoje bairro da Liberdade, em Salvador Bahia. Foi discípulo de Bentinho, um africano que era capitão da companhia de Navegação Baiana, e cujo estilo era capoeira angola. Mestre Bimba ensinou capoeira angola por mais de dez anos. Em 1932, Bimba fundou a primeira academia especializada em capoeira. Num tempo onde ainda era proibida e reprimida.
No Engenho Velho de Brotas, bairro em que nasceu, já havia desenvolvido seu próprio método. Em 1937 a sua academia foi registrada como, Centro de Cultura Física Regional e em 1939 ensinava a "Regional" no quartel da CPOR "Centro de Preparação de Oficiais da Reserva do Exercito", onde trabalhou por três anos.

Os métodos militares influenciaram bastante na capoeira regional. Os exercícios físicos, a disciplina rígida e as emboscadas na mata presentes no seu curso eram práticas tipicamente militares. Inaugurou sua segunda academia em 1942, no Terreiro de Jesus. Por sua eficiência, seu método foi considerado o mais prático e perfeito, por isso ultrapassou fronteiras e ficou conhecido mundialmente. Muitas personalidades da vida política e social da Bahia tiveram como mentor o mestre Bimba.

Em 1949 foi para São Paulo com alguns capoeiristas para enfrentarem com atletas de luta livre no Ginásio do Pacaembu. A maioria dos capoeiristas venceu os lutadores por nocaute. Com o intuito de divulgar a capoeira regional, Bimba e seus alunos começaram a realizar inúmeras apresentações pelo Brasil. Muitas personalidades da vida política e social da Bahia foram alunas de mestre Bimba.
Através de algumas delas, Bimba levou a "Capoeira Regional" até o palácio do Governo em "1953" na época em que o general Juracy Magalhães era Interventor. Ganhou respeito e admiração da autoridade máxima do Estado e abriu caminho para uma demonstração para o Presidente da República, Getúlio Vargas.

Esta apresentação a Vargas foi fundamental para a evolução da Cultura africana em nosso país. Getúlio legalizou a capoeira, reconheceu-la como a luta nacional brasileira e, posteriormente, oficializou sua prática através do Ministério da Educação. Mestre Bimba se apresentou pela ultima vez na Bahia, no auditório da Faculdade de Arquitetura da UFBA, em 1973 antes de seu exílio voluntário em Goiás.
Em 1973, Bimba despediu-se de Salvador e foi morar em Goiânia. Em 5 de fevereiro de 1974, morre no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiânia, após sofrer um derrame cerebral. As academias da Bahia ficaram fechadas durante sete dias em homenagem ao Mestre.

Um sistema de ensino com rigor pedagógico: método de ensino, lições, avaliações, turma de alunos, aulas e rodas em dias e horários definidos, livros de matrícula, controle de mensalidade, apostilas. Na Academia havia um quadro contendo um regulamento com nove itens, envolvendo aspectos técnicos e disciplinares:
  1. Deixe de fumar. Proibido fumar durante os treinos;
  2. Deixe de beber. O uso do álcool prejudica o metabolismo muscular;
  3. Evite demonstrar aos seus amigos de fora da "roda" de capoeira seus progressos. Lembre-se de que a surpresa é a melhor aliada numa luta;
  4. Evite conversa durante o treino. Você está pagando o tempo que esta na academia, e observando os outros lutadores, aprenderá mais;
  5. Procure gingar sempre;
  6. Pratique diariamente os exercícios fundamentais;
  7. Não tenha medo de se aproximar do oponente. Quanto mais próximo se mantiver, melhor aprenderá;
  8. Conserve o corpo relaxado;
  9. Melhor apanhar na roda do que na rua. Quem foi aluno de Mestre Bimba, lembrar-se do rigor no cumprimento dos horários.


Fechar | Imprimir